Davao

Davao

Pesquisar este blog

domingo, 1 de agosto de 2010

GK TRADE FAIR

Essa sexta-feira, dia 28 de Julho terminamos a primeira etapa do trabalho aqui em Davao. Durante a semana trabalhamos no evento de celebração de aniversário da Universidade de Mindanao, promovendo a organização GAWAD GALINGA, bem como os produtos desenvolvidos nos diversos locais onde comunidades GK estão presentes.

O que acontece é que uma vez que os beneficiários GAWAD KALINGA conseguem uma casa em umas das 16 comunidades GK ao redor da cidade de Davao, eles têm MUITA dificuldade em mantê-la, bem como em ganhar o dinheiro necessário para alimentação, saneamento básico, roupas, educação.

O programa de "LIVELIHOOD" trabalha justamente com isso, ou seja, em que tipo de negócios as famíias podem trabalhar para ganhar o dinheiro necessário para sobreviverem e, possivemente, no futuro, comprarem uma casa e aumentarem o nível de vida gradativamente. É justamente com isso que eu, mais cinco estudantes de ADMINISTRAÇÃO, da China, Alemanha, e Dinamarca, trabalhamos.

A organização Gawad Kalinga é conhecida por praticamente TODOS no país, no entando os produtos produzidos têm pouca relevância não só no país, mas na própria cidade. Dessa forma aproveitamos o evento da Universidade de Mindanao para montar uma "feira de mercadorias", divulgando a organização, promovendo e vendendo os diversos produtos GK.

Alguns desses produtos são:

           - Carteiras, porta moedas;
           - Bolsas, sacolas;
           - Artesanados;
           - Bala de coco;
           - Doce de banana;
           - Bala de tamarindo;
           - Camisetas, bonés;

Arrecadamos cerca de 2.000 pesos filipinos por dia.

Porém o mais importante não é o dinheiro arrecadado, mas sim mostrar que os produtos são viáveis.

Nosso objetivo até o final do trabalho é trabalhar junto com cada produtor sob a ótica do empreendedorismo e deixar para cada um deles um "plano de negócios", com propostas de melhorias para que eles possam tocar seus negócios de uma forma que estes sejam mais rentáveis do que quando chegamos em Davao há 30 dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário